BOLSA DE VALORES

Qual o significado das ações
ordinárias e preferenciais?

Se você já operou no mercado financeiro ou deu só uma olhadinha para ver como funciona, deve ter visto um monte de códigos, não é? PETR4, VALE3, BOVA11 etc. Afinal, qual é o significado dos códigos das ações?

Você já sabe que uma ação é um título de propriedade, certo? Quer dizer, se você tem uma ação de uma empresa, significa que é dono de parte dela. No mercado de valores, é preciso organizar essas ações de alguma forma. Parte dessa ordem está na maneira como elas são indicadas na bolsa.

Este artigo vai descomplicar tudo isso para você. Você vai descobrir o significado dos códigos das ações, como são formados e qual é a diferença entre ações preferenciais e ordinárias. Confere aí!

O que são ações ordinárias e preferenciais?

No mercado de ações, basicamente vamos encontrar dois tipos de ações listadas: as ordinárias e as preferenciais. Uma mesma empresa pode ter as duas ações negociadas no mercado, e é legal você saber as características de cada uma e como identificá-las na bolsa.

Ações Ordinárias

As ações ordinárias têm esse nome porque representam o que se espera de uma ação: direito de propriedade. Não que as preferenciais não signifiquem a mesma coisa. Mas as ações ordinárias têm, sim, uma diferença importante.

Quando os administradores de uma empresa decidem arrecadar recursos com capital social, eles oferecem parte da empresa na negociação. Bem, se você compra parte de uma empresa, você quer ter direito de dar sua opinião sobre seus rumos, certo?

Aí está: isso só é possível com uma ação ordinária. Representada pela sigla ON, uma ação ordinária dá ao acionista poder de voto em assembleias. Os votos e opiniões são considerados proporcionalmente ao número de ações que o acionista possui.

Ações Preferenciais

Por outro lado, as ações preferenciais não dão direito a voto. Mas elas não se chamam preferenciais à toa. Afinal, elas garantem ao acionista prioridade na distribuição de dividendos. Ou seja, na hora que a empresa distribui os lucros aos acionistas, recebem primeiro os donos das ações preferenciais, identificadas pela sigla PN.

Existem outros tipos de ações?

Mas será que existem outros tipos de ação que vale a pena destacar? Com certeza! Você já deve ter ouvido falar de índices, BDRs ou ETFs. O significado dos códigos das ações também servem para classificar esses outros ativos além de ações preferenciais e ordinárias. Dá só uma olhada no que mais você encontra listado na bolsa!

Mercado a termo

Frequentemente se negociam ações no mercado a termo. Isso significa que duas partes firmam um acordo de negociarem, em uma data futura, uma ação com preço determinado na hora do acordo.

Isso costuma ser feito por uma série de razões, por exemplo, o investidor querer investir em determinada ação, mas não tem dinheiro na hora, ou ele pode estar fazendo uma estratégia de alavancagem.

Direito de subscrição

Outro tipo de ação encontrada na bolsa são aquelas liberadas no mercado por uma empresa que já tinha capital aberto. Nesse caso, por determinação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), os acionistas da empresa têm direito a comprar primeiro essas ações.

O direito de subscrição é uma medida de compensação do poder sobre uma empresa que os acionistas possuem. Afinal, quando uma empresa coloca mais títulos de propriedade no mercado, quem já era todo de parte da empresa tem seu poder diluído. Por isso, esses acionistas têm o direito de comprarem primeiro, para retomarem suas posições.

Recibo de subscrição

Depois que um acionista adquire seu direito de subscrição, essa ação se torna um recibo. Esse recibo de subscrição vai, então, para a carteira do investidor e já pode ser negociado na bolsa de Valores pelo preço comum das ações da empresa.

Units, ETFs, e BDRs

Você deve saber que na bolsa de valores não se negociam apenas ações. No universo desse mercado, existem ainda algumas alternativas interessantes para o investidor, que reúnem pacotes de ações e, até, a negociação de índices. São os casos das Units, ETFs e BDRs:

  • Units: esses são lotes de ações mistas. Quando o investidor compra uma Unit, está comprando uma coleção de ações da empresa que incluem ações preferenciais e ordinárias.

  • ETFs: os Exchange Traded Funds (ETFs) são fundos de índices negociados na bolsa. Quando você adquire BOVA11, por exemplo, você está comprando ações das principais empresas do mercado que influenciam o índice Ibovespa, principal do mercado brasileiro.

  • BDRs: já pensou em investir na Apple, Google e outras empresas gringas? Se você não pode investir diretamente no mercado exterior, pode comprar essas empresas no Brasil por meio das Brazilian Depositary Receipts (BDRs). As BDRs são certificados de depósitos de valores mobiliários que representam títulos de empresas estrangeiras.

Preferenciais Classe A, B, C e D

Além das ações PN de que já falamos, existem ainda classificações de ações preferenciais. Cada uma tem condições especiais e devem ser conferidas diretamente nos documentos da empresa, já que cada uma delas entende suas classes de maneiras diferentes.

Mercado fracionário

Para um investidor com pouco dinheiro, existe o mercado fracionário. Nesse caso, pode-se comprar frações de um lote padrão, que é composto por 100 ações. Dessa forma, quem quer participar do mercado mas só pode comprar 10 ações consegue entrar na bolsa. VALE3F é uma ação do mercado fracionário, por exemplo.

Qual o significado dos códigos das ações?

Agora que você conhece tanta variedade de ações no mercado, como identificar todas essas características na lista? Agora sim, chegou a hora de você entender o significado dos códigos das ações.

É muito simples, mas você vai ter que decorar. A boa notícia é que raramente você vai ver uma ação que não seja PN ou ON. Os códigos das ações são formados por letras e números.

  • Letras: as 4 letras das ações designam a empresa emissora. Por exemplo, Petrobras é PETR, Itaú é ITUB, Magazine Luiza é MGLU e assim por diante. Para os mercados fracionário e a termo, você tem ainda uma quinta letra ao final do código, F e T respectivamente.

  • Números: já os números mostram que tipo de ação é aquela, se é PN, ON, ETF etc.
Na tabela abaixo, você confere o que cada número representa no significado dos códigos das ações:

  • 1 — direito de subscrição de ação ordinária;
  • 2 — direito de subscrição de ação preferencial;
  • 3 — ação ordinária;
  • 4 — ação preferencial;
  • 5 — ação preferencial classe A (PNA);
  • 6 — ação preferencial classe B (PNB);
  • 7 — ação preferencial classe C (PNC);
  • 8 — ação preferencial classe D (PND);
  • 9 — recibo de subscrição de ação ordinária;
  • 10 — recibo de subscrição de ação preferencial;
  • 11 — Units, BDRs e ETFs.
Como você pode perceber, conhecer o significado dos códigos das ações é muito importante na hora de investir. Vale a pena estudar e conhecer cada ponto. Por isso, é fundamental observar o mercado de valores sempre.

Você pode contar comigo nesse processo. Estou diariamente no YouTube compartilhando meus insights e comentando resultados de operações. Quer aprender como eu opero na bolsa e faço disso um estilo de vida? Então se inscreva lá no meu canal!

© 2020 · Danilo Zanini.
Todos os direitos reservados.